terça-feira, 11 de março de 2008

Mulheres ou Elementos de Contradição Natural

De Amor passam a bicho de 7 Cabeças!
De um pequeno grão de areia fazem as maiores tempestades…
…não é por nada mas…
…todas as tempestades e furacões têm nome de mulher…
As vezes não sei se as amo…
…outras não sei se quero viver com elas…
…e isto já vem de longe…
…desde de que nasci que moro com mulheres…
…ou é a mãe ou é a irmã…
…sendo que estes dois seres humanos que deveriam de ser caso de estudo da Ciência!
Mas depois vem a esposa, e pimba recomeça tudo de novo...
Será que as Mulheres não sabem que a lei de senso comum:
“Quanto mais me bates mais gosto de ti!”…
…não se aplica aos Homens!
Deixem-nos fazer as nossas coisinhas…
…e nós deixamo-vos fazer as vossas!..
Afinal um Casamento não é uma Prisão!

2 comentários:

filipa disse...

Tens essa opinião obre as mulheres é? Pois eu tenho outra sobre os homens.Mulheres há muitas.
Homens também.
Infelizmente, não o suficiente para que todas as que querem ter parceiro, o tenham. Não sei se será problema deles, ou delas. Ou dos dois. Ou de nenhum.

Fica difícil falar das mulheres. Posso começar por Eva e dizer que ela, nas suas artimanhas fez com que Adão comesse a maçã antes dela. Falo de mim também, incluida neste adjectivo colectivo feminino.

E vê-se logo que as gajas, quando querem conseguem. Eu consigo.
Passamos horas no cabeleireiro. Chegamos a casa e ficamos frustradas porque o marido nem sequer reparou, mas acaba por comentar que a colega de trabalho mudou a cor do verniz e que lhe fica muito bem (Ah, não é sobre eles que quero falar, é sobre elas).
E eles?
O homem é um bicho raro. Tens que concordar comigo. Surpreendem-nos até ao fim dos nossos dias. Não os entendemos e nem sequer perdemos tempo com isso.
Vemo-los em grupo. Desastre total. Parece que deixaram algures a nave.É vê-los sentados em redor de uma mesa, de bejeca na mão.
A falar de carros, de aventuras, de futebol, de gajas, de jogos e outras coisas sem tanta importância assim. Se houver perto alguma mulher que lhes interesse, falam alto, para chamar a atenção.
Falam das conquistas falsas como sendo verdadeiras. E se forem verdadeiras, essas conquistas, exageram nos pormenores com tanta convicção que uma gaja que assista, chega a duvidar. Depois, com umas e outras lá descobrimos as carecas.
Chamam diminuitivos ridículos aos pénis. Muitas vezes nomes que se calhar combinam com o pénis ridículo. Daqueles que têm muito rastilho e pouca pólvora. E costumam acomodá-los com engenho e arte. Optam por um lado. Esquerdo ou direito.
Acham graça. Riem-se.

E depois sempre têm orgulho na sua mala de ferramentas. Aquelas com que gastam rios de dinheiro a apetrecharem com martelos e martelos pneumáticos. Chaves de fendas, porcas e parafusos de todos os tamanhos. Berbequins, pés de cabra. Alicates e chaves inglesas.Para que depois, quando uma torneira lá de casa estiver a pingar, termos que chamar um canalizador.

Voces têm orgulho no carro que conduzem. A potência , a cavalgem, a rapidez dos 0 aos 100, os filtros de gasoleo, do oléo... Dos estofos em pele, do painel, do rádio e das colunas de 200 contos. As jantes OZ de não sei quanto cada uma. A mota. Os cavalinhos e eguas que fazem! Mas não contam as vezes que bateram com os cornos no chão. Isso não é para contar! Quando furamos um pneu, temos de chamar a assistência em viagem, porque não sabem mudá-lo.

Com tantas qualidades que os homens têm, ainda bem que nós, mulheres, nem sequer somos perfeitas. É que seria uma chatice.

Ai os homens... que bicho tão fofo, não acham?

El carteiroman disse...

Voçes são um sacal e estão chateados????

Achei o post fraquinho, mas acho que a resposta não ficou atrás....

Enfim... Se tanto um como outro acham que tem razão... fiquem com ela....

A mim parece-me que generalizar não é muito correto....

Mas o mais importante é que contimuem assim... a exprimir a vossa opinião!

Beijos e abraços